Uma ilusão que eu já caí algumas vezes é a de achar que a educação ainda é vista e aplicada da mesma forma que nos meus tempos de aluno, uma ilusão do senso comum, eu diria. Mas, como todas as áreas de conhecimento, ela também evoluiu em termos de pesquisa e prática. Nesse ponto o Tibau fez uma interessante coletânea das pesquisas educacionais mais importantes do ano de 2015.

E para ilustrar que, apesar do mimimi que permeia as listas de comentários, também temos bons resultados na área de educação nesse brazilzão afora seguem dois bons casos mostrados pela Folha de São Paulo em Sobral (CE), Goiás, Itápolis (SP), Joinville (SC), as matérias estão no sugestivo tópico “O Brasil que dá certo – educação“. O que elas mostram não são iniciativas isoladas de grupos bem intencionados, mas políticas planejadas e estruturadas para atingir bons resultados.

Sim, por mais que 2015 tenha sido um ano difícil temos algo a comemorar. Um feliz 2016 para todos.

Fonte: Pesquisas educacionais: top 10 de 2015 e Folha de São Paulo.

Anúncios