Nesses dias estou envolvido em um curso por Ead (ensino a distância) para atuar como tutor a distância no curso de licenciatura em artes. Curso desse tipo sempre são bons momentos de desequilíbrio cognitivo (e isso não é necessariamente ruim) e oportunidade para aprender coisas novas ou mesmo inusitadas. 

Uma dessas oportunidades foi o googledocs, com o qual trabalhei junto com outras 4 participantes do curso, principalmente na parte de finalização do documento. Apesar de todas as previsíveis paranóias sobre privacidade que considero inerentes aos produtos da google realmente o googledocs é uma poderosa ferramente de trabalho cooperativo. No geral considero ela mais prática e flexível que a ferramenta de wiki do moodle, ainda mais porque a sua interface tem aquela mistura de limpeza e eficácia típicas de google e apple. Tanto que nunca havia usado o googledocs para fazer apresentações e fiquei surpreso em ver que ele até salva em  acrobat pdf. E olha que não sou necessariamente um novato no uso dele. Como disse um professor do mestrado que me sugeriu o googledocs: “google rocks”. E olha que quem disse isso era um doutor em aprendizado baseado no computador. 

Enfim, foi mais uma experiência colaborativa de criação bem típica de um sistema de aprendizagem sócio-construtivista, um tipo de sistema que torna-se cada dia mais interessante justamente por essas facilidades sociais que as TIC tem sido capaz de oferecer. 

 

Anúncios