Estava por aqui lendo a crônica de outra tragédia anunciada, nesse caso arrasando cidades nos estados de Alagoas e Pernambuco. A tragédia segue um script parecido com os casos de Santa Catarina e Rio de Janeiro nos anos anteriores, pedidos de ajuda, choros pelos mortos e dedos em riste em busca de culpados.

O que me irrita, porque não posso dizer que surpreenda, é que ainda assim imprensa e políticos falam como se fosse simplesmente a fúria divina em um dia de mal humor que resolvesse varrer pessoas da face da terra. No máximo entram a ladainha de “o estado não fez nada” ou começam outro criança esperança para juntar donativos. Pode soar insensível e eu lamento sinceramente pelos mortos. Mas não, enquanto esse povo continuar construindo onde não deve essas coisas vão acontecer, todas essas tragédias ocorrem em áreas de crescimento desordenado. Ok, o estado não pode se omitir, mas as pessoas também tem de assumir responsabilidade por onde vão construir suas moradias.

Na boa, custava parar e ler a legislação ambiental? Sim, aquela que é “contra o progresso”e ver que se fosse seguida pelo menos um pouco melhor essas catástrofes poderiam se reduzir a um aumento do número de mosquitos ou engarrafamentos. Vi uma das imagens em Alagoas e fica óbvio que não foi o rio que invadiu a cidade, mas a cidade que invadiu o rio. Se a regra de se preservar florestas nas margens dos rios fosse seguida o impacto das cheias seria muito menor, se a ocupação de encostas de morro fosse proibida como dita a lei não ocorriam desabamentos. Então porque diabos nenhum jornalão toca no assunto? Ainda mais no momento em que o código florestal brasileiro está sendo discutido no congresso.

Enfim, flexibilizem as leis para trazer mais “progresso” e preparem-se para ver mais tragédias anunciadas por aí.

Atualização: Para desagradar aqueles que acham que o problema reflete alguma mazela inata do Brasileiro, como aqueles que acham que isso é problema de gente pobre ou que só vai ser resolvido no dia em que o brasileiro tiver educação, recomendo ler o link abaixo. É sobre  a análise séria do ocorrida e principalmente como evitar tragédias futuras, trabalho 100% nacional.

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia182/2010/07/04/brasil,i=200772/SISTEMA+DE+ALERTA+CONTRA+CHEIAS+PODERIA+TER+EVITADO+MORTES+EM+ALAGOAS+DIZ+PESQUISADORA.shtml

Anúncios