Seja um site ou um jogo educativo é importante lembrar que estes são essencialmente meios para se atingir objetivos e, em última instância,  atender necessidades educacionais.  Portanto os meios sempre serão parte de um projeto, com seu papel e momento específicos no processo.

Porém quando o seu objetivo é justamente o meio é necessário manter ainda mais domínio de metolodologia, o que é ótimo para saber se você realmente entendeu o método ou se está apenas repetindo procedimentos. O que me lembra diferença que o Bloom (1972) colocava entre conhecer e compreender, ou que Merril (1983) chamava de habilidade de aplicar uma regra geral em um caso específco.

Basicamente em um método qualquer se define primeiro o que se deseja fazer e apenas depois como isso será feito (o meio). Portanto o início é fundamental (há algo de trocadilho nessa frase ou eu fui apenas óbvio?) para definir o que se deseja, em que condições e sob quais critérios. No caso se o que desejo é produzir ou validar um novo meio de ensino, como um jogo ou um site, devo então definir quais são os objetivos que eles podem cumprir (o início do projeto) e como avaliar sua eficácia (o final).

O processo é,  basicamente, começar do meio, tomando como referências as capacidades e limitações do meio que deseja validar para então voltar para o início desenvolver seus objetivos e necessidades de acordo com as características do meio desejado e então seguir o caminho usual de desenvolvimento do projeto. Parece fácil, mas não está sendo tanto quanto parece no meu caso.

Mas é um problema divertido.

Anúncios