Existe algo de relacionamento dentro de um projeto, pois sua velocidade de desenvolvimento está diretamente ligada ao grau de envolvimento de seus participantes. Por mais convincente e sedutora que seja uma proposta ele vai depender da práxis, do quanto eu realmente estive disposto a mergulhar no projeto. E por mais que uma boa metodologia, planejamento, até mesmo o erro ou percalços, são elementos essenciais ao desenvolvimento de boas idéias.

Assim como um relacionamento um projeto não é o seu final, mas o decorrer de um processo.

Porém, assim como num relacionamento, adoramos nos apaixonar. Mas temos problemas em mantê-los funcionando. Meus projetos começam com idéias belíssimas,  como um primeiro encontro, que ao mesmo tempo me assustam desenvolver. É o medo de amar, de desmistificar a idéia maravilhosa. Porém é não superá-lo significa matar a oportunidade de desenvolver a idéia e torná-la ainda mais bela.

Trazer um projeto para o mundo real, com seus erros, limitações e acertos também passa pela superação do medo de amar.

Anúncios