Essa eu li no blog do Proferssor Moran e descreve perfeitamente uma sensação que senti durante boa parte da minha vida estudantil.

“Passamos anos demais, horas demais, para aprender coisas demais, que não são tão importantes, de uma forma pouco interessante, com resultados medíocres. E passamos pouco tempo no que é importante, significativo, que nos ajuda a aprender para toda a vida.”

Outro ponto que achei ótimo:

“Vale a pena ensinar menos coisas e mais procedimentos e metodologias ativas. Despertar o gosto por pesquisar, por aprender, a partir do que motiva os alunos, procurando chegar a alguns parâmetros esperados, mas sem forçar um só caminho. Infelizmente essa escola não está pronta, quase não existe.”

Este é um ponto especialmente interessante para um designer.

Anúncios