Lendo o caderno de empregos do Correio Braziliense tive uma supresa sutil. A matéria de primeira página era sobre o cargo de especialista em inteligência competitiva. A matéria descreve, fala sobre o mercado para essa nova profissão, onde estudar e coisas assim.

O que achei interessante é que na descrição do perfil profissional o padrão seguido é o CHA: conhecimentos, habilidades e atitudes. O que está perfeitamente de acordo com o padrão que usamos para design instrucional, com todas as balizas científicas que se tem direito.

Mais do que mostrar que o jornalista fez o dever de casa demonstra como nossos conhecimentos tem relação com o mundo lá fora e não apenas com a “bolha” do mundo acadêmico.

Anúncios